It’s a girl

Ontem foi o grande dia! Ontem foi o dia que começamos a sonhar ainda mais com o nosso futuro! Ontem foi o dia que descobrimos que uma linda menina dará mais vida para os nossos dias!

Sim, é uma menina. Sim, teremos mais uma saia aqui no blog e dentro de casa. Como é bom sonhar e entrar de cabeça no mundo cor de rosa.

its a girl

Antes de engravidar, sempre pensava: se for para eu ser mãe, que seja de uma menina. Mas, quando recebi a notícia, não conseguia mais pensar desse jeito. Apenas pedia para que o neném fosse forte para crescer e se desenvolver cada dia mais dentro de mim e depois quando nascer. E graças a Deus isso tudo está acontecendo perfeitamente na minha gestação.

Já tínhamos escolhidos nomes para os dois sexos. Mas a família e amigos sempre diziam: é uma menina. Eu tentava não criar muita expectativa, e até já imaginava que se fosse menino já estaria com ciúmes ali no cantinho dele e no meu centro.

Os dias foram passando. A expectativa aumentando. E eis que a médica, Dra. Simone, onde faço todos os ultras na gravidez – e que eu estou amando – disse: é uma princesinha, sem chance de errar! Lá estava a Lívia, sentadinha, e logo logo fechou a perninhas – uma moça recatada, se é que me entendem.

Não vou negar que fiquei surpresa. Não vou negar que fiquei eufórica com a notícia. É uma menininha, uma princesinha para mimar e cuidar. E sim, ela já é, de longe, o que tenho de mais precioso na vida.

E foi assim que entrei no mundo cor de rosa, que nem sempre foi o meu preferido. E é assim que apresento a mais nova Sainha do blog para vocês!

Um beijo Lê e Lí.

A melhor surpresa da vida

Talvez muita gente não tenha entendido a história do último post de eu ter encontrado o meu lado. Pois, quem me conhece sabe que sempre fui uma pessoa muito certa das minhas vontades, desejos e valores. Mas, sim, a vida me trouxe uma surpresa! E vou confessar foi a MELHOR surpresa que eu poderia ter.

Sei que as notícias correm, ainda mais em cidade pequena – com o povo que gosta de falar – e família grande, mas ainda acredito que pessoas muito queridas também ficarão sabendo das boas novas por aqui, junto com vocês, meus leitores!

Eu, pessoa durona, que sempre gostou de planejar e ter as rédias da vida na mão, há algumas semanas fui pega de calça curta. Por alguns instantes fiquei sem saber o que fazer. Totalmente perdida. Até que recebi um abraço e ouvi: Calma, vai dar tudo certo, meu amor! Agora temos a nossa família.

Sim! Agora tenho a minha família. Um baby está chegando para trazer ainda mais alegria para minha vida que já era repleta de cores e sabores.

Chupeta e baby

Estou grávida de exatas 13 semanas. As turbulências e as maiores preocupações do primeiro trimestre já passaram, apesar de não ter sentido nada de enjoo e aquelas coisas chatinhas que todo mundo está careca de saber que as gravidinhas podem sentir e ter.

Hoje estou muito mais do que feliz. Talvez, radiante seja a palavra, ou, ela até seja pouco para definir as minhas alegrias quando vejo um ultrassom e escuto o coraçãozinho do pequeno ou pequena bater.

Agora a ideia é dividir aqui no Saia as novas aventuras dessa mesma mulher que é apaixonada pelo mundo feminino e agora, ainda mais apaixonada, pela mundo da maternidade.

Bem vindos ao nosso novo mundo! E com o tempo vou contando os prazeres das novas descobertas.

Minha trupe

Ontem tive em mãos e no peito, pela primeira vez, minha carteirinha dos Hospitalhaços. Esse pequeno crachá me deu uma grande alegria e aqueceu o meu coração. Causar um pouco de esperança a pessoas que precisam tanto de um carinho é algo que chega a nos emocionar. Porém, por outro lado, eu senti que a responsabilidade pesou em minhas costas. O trabalho é muito lindo, mas de um grande cuidado e sensibilidade com a vida de outras pessoas que estão passando por necessidades de afeto.

É uma responsabilidade e uma delícia. Ao ver em cada sorriso um sinal de esperança, o coração desses palhaços se inundam de alegria e conseguem ter a certeza de que a vida sempre vale a pena.

Tenho certeza que encontrei nessa minha nova trupe grandes Homens, e com letra maiúscula mesmo. Homens que se doam, homens que enxergam no outro a força da vida!

Sorriso do bem

Hoje o dia foi cansativo, mas muitíssimo agradável.

Participei durante o dia de hoje do treinamento de palhaço de hospital da Associação Hospitalhaços. Esse trabalho faz parte do meu TCC, no qual irei escrever um livro-reportagem da minha vivência como voluntária e perfis sobre os palhaços que já atuam há um tempo como voluntários.

Convivi com pessoas maravilhosas e tenho certeza que já cresci e tenho muito a crescer com esse trabalho e com essas pessoas maravilhosas que ajudam a tantas pessoas que, em muitos casos, só precisam de um carinho e de um sorriso.

foto: Hospitalhaços