Nosso Natal feliz

Quem realmente me conhece sabe do meu amor por essa época do ano. Acredito que nela os dias são mais lindos, onde tudo brilha e a esperança é o que reina, em que tudo pode sim ser melhor.

Mas, nesse 2014 (que ano!!) as coisas foram bem diferentes. Passei os dias que antecedem a festa do Natal apenas imaginando como será o meu próximo. Sim, pois esse foi o último Natal sem ser papai Noel. rs..

photos-noel-24-idees-inspirer-L-VYGemb

Hora ou outra me pegava imaginando como vai ser o próximo final de ano. A nossa pequena estará com aproximadamente 9 meses, aquela fase delícia que se encanta com as cores e aponta para tudo o que quer. Ah, se o Natal já era bom, fico sonhando com os próximos e não consigo imaginar o tamanho da felicidade.

Indo para a nossa ceia, na noite do dia 24, conversávamos sobre as mudanças que teríamos nesse ano. E chegamos ao assunto Papai Noel. Tem coisa mais mágica e deliciosa do que acreditar em papai Noel? E ficamos mais uma vez sonhando com os olhinhos da nossa pequena Lívia.

Apesar da correria, o sentimento dessa data já começou a ter um novo sentido para nós. E nesse último Natal já ganhei o meu maior presente: além da baby os chutes e cambalhotas que sinto aqui dentro, parece que me transbordam e fico apenas esperando o próximo e o próximo e o próximo…

It’s a girl

Ontem foi o grande dia! Ontem foi o dia que começamos a sonhar ainda mais com o nosso futuro! Ontem foi o dia que descobrimos que uma linda menina dará mais vida para os nossos dias!

Sim, é uma menina. Sim, teremos mais uma saia aqui no blog e dentro de casa. Como é bom sonhar e entrar de cabeça no mundo cor de rosa.

its a girl

Antes de engravidar, sempre pensava: se for para eu ser mãe, que seja de uma menina. Mas, quando recebi a notícia, não conseguia mais pensar desse jeito. Apenas pedia para que o neném fosse forte para crescer e se desenvolver cada dia mais dentro de mim e depois quando nascer. E graças a Deus isso tudo está acontecendo perfeitamente na minha gestação.

Já tínhamos escolhidos nomes para os dois sexos. Mas a família e amigos sempre diziam: é uma menina. Eu tentava não criar muita expectativa, e até já imaginava que se fosse menino já estaria com ciúmes ali no cantinho dele e no meu centro.

Os dias foram passando. A expectativa aumentando. E eis que a médica, Dra. Simone, onde faço todos os ultras na gravidez – e que eu estou amando – disse: é uma princesinha, sem chance de errar! Lá estava a Lívia, sentadinha, e logo logo fechou a perninhas – uma moça recatada, se é que me entendem.

Não vou negar que fiquei surpresa. Não vou negar que fiquei eufórica com a notícia. É uma menininha, uma princesinha para mimar e cuidar. E sim, ela já é, de longe, o que tenho de mais precioso na vida.

E foi assim que entrei no mundo cor de rosa, que nem sempre foi o meu preferido. E é assim que apresento a mais nova Sainha do blog para vocês!

Um beijo Lê e Lí.

A melhor surpresa da vida

Talvez muita gente não tenha entendido a história do último post de eu ter encontrado o meu lado. Pois, quem me conhece sabe que sempre fui uma pessoa muito certa das minhas vontades, desejos e valores. Mas, sim, a vida me trouxe uma surpresa! E vou confessar foi a MELHOR surpresa que eu poderia ter.

Sei que as notícias correm, ainda mais em cidade pequena – com o povo que gosta de falar – e família grande, mas ainda acredito que pessoas muito queridas também ficarão sabendo das boas novas por aqui, junto com vocês, meus leitores!

Eu, pessoa durona, que sempre gostou de planejar e ter as rédias da vida na mão, há algumas semanas fui pega de calça curta. Por alguns instantes fiquei sem saber o que fazer. Totalmente perdida. Até que recebi um abraço e ouvi: Calma, vai dar tudo certo, meu amor! Agora temos a nossa família.

Sim! Agora tenho a minha família. Um baby está chegando para trazer ainda mais alegria para minha vida que já era repleta de cores e sabores.

Chupeta e baby

Estou grávida de exatas 13 semanas. As turbulências e as maiores preocupações do primeiro trimestre já passaram, apesar de não ter sentido nada de enjoo e aquelas coisas chatinhas que todo mundo está careca de saber que as gravidinhas podem sentir e ter.

Hoje estou muito mais do que feliz. Talvez, radiante seja a palavra, ou, ela até seja pouco para definir as minhas alegrias quando vejo um ultrassom e escuto o coraçãozinho do pequeno ou pequena bater.

Agora a ideia é dividir aqui no Saia as novas aventuras dessa mesma mulher que é apaixonada pelo mundo feminino e agora, ainda mais apaixonada, pela mundo da maternidade.

Bem vindos ao nosso novo mundo! E com o tempo vou contando os prazeres das novas descobertas.

Com que roupa eu vou?

Após um final de semana maravilhoso e relaxante, é hora de voltar pra rotina e encarar a vida de peito aberto.

Há muitas ocasiões em nossas vidas em que a gente fica na  dúvida com qual tipo de roupa devemos ir em uma certa situação. Por isso, nessa segunda-feira, iniciaremos uma nova seção no blog: Com que roupa eu vou? Esses posts terão como objetivo alertar a mulherada de como se portar e se arrumar para situações delicadas ou nem tanto de nossas rotinas.

Nesses dias me fizeram uma pergunta de como devemos nos vestir para conhecer os sogros! Ok, sei que para muitos esse dia chega a dar arrepios e gera muitas noites de insônia, mas não podemos transformar uma data, tão importante para um relacionamento, em um bicho de sete cabeças.

Em termos de vestuário a minha dica é fácil: vá com alguma roupa que represente exatamente quem você é. Não adianta querer impressionar com algo que não faz parte da sua personalidade. Claro, é preciso ter tato e desconfiômetro para não ir com um look tão exagerado, pois lembre-se o seu figurino vai ajudar na primeira impressão que os pais do seu gatinho vão ter de você. Então, economize no decote e nas roupas justas de mais. Invista em algo que te valorize te deixe linda. Sem contar que é preciso saber casar o look com o tom da ocasião. A roupa de um jantar é diferente de um almoço de domingo, nunca se esqueça disso.

Outro ponto importante de ser comentado é como agir na casa do sogro e da sogra. Você estará entrando em um território desconhecido, então esqueça todos os mitos que existem nas rixas entre sogras e noras, aja com muita educação e não chegue com cinco pedras na mão pronta para atirar, porque se isso acontecer a chance do seu relacionamento com ela ser um fracasso é grande.

Por isso, lembre-se sempre, antes de serem inimigas, tente ser aliada dessa mulher que conhece tão bem a pessoa que você ama e que deseja passar longos anos juntos.  Para isso, um mimo é sempre bom, mas não exagerado: leve um prato preparado por você, um vaso de flores ou, conforme for a situação, uma garrafa de vinho para saborearem enquanto se conhecem. E tente mostrar a ela que você só quer a felicidade do grande tesouro da vida dela.

fotos: google

Espero que tenha ajudado a aliviar o pesadelo das meninas que morrem de medo e ansiedade do dia em que vão conhecer o sogro e, mais ainda, a sogra.